Mundo da Mia #2

IMG_6380

Quando perguntamos à Mia o que ela mais gostou até agora em Tóquio a resposta é sempre a mesma: “O autocarro do gato!”. A história remonta a Luanda quando, ainda longe de saber que viríamos ao Japão, o Francisco apresentou-lhe uns desenhos animados japoneses chamados O Meu Vizinho Totoro do mestre de animação Myazaki Hayao. As aventuras das irmãs Mei e Tsazuki, do Totoro e do autocarro-gato rapidamente passaram a estar entre as preferidas da Mia, que após terminada a sessão de mais de uma hora de filme pediu: “Podemos ver outra vez?”.

Em tempos senti esse mesmo fascínio por séries como Ana dos Cabelos Ruivos, Dartacão, Willy Fog, Heidi, Tom Sawyer… Em comum têm o facto de serem todas séries de animação realizadas no Japão, com divulgação mundo fora e que acompanharam o crescimento de milhões de crianças e jovens, sendo hoje parte de memórias inapagáveis.

Por isso, enquanto planeávamos a nossa semana em Tóquio, o Museu Ghibli, desenhado por Myazaki, tornou-se ponto obrigatório para uma visita. Os bilhetes são limitados e esgotam tão rapidamente que já só conseguimos ir através de uma agência em Londres e inseridos num grupo que nos conduziu até ao subúrbio de Mitaka.

IMG_1303

IMG_1302

IMG_1313

O museu é pequeno mas parece saído de um conto de fadas, ou melhor, de um conto de animação de Miyazaki e mesmo para quem não está familiarizado com este universo – era o meu caso – valeu a pena.

Ao entrarmos no museu passamos a protagonistas da nossa própria história de animação. A Mia ficou em êxtase com o tal do autocarro do gato, um peluche gigante almofadado onde grupos de no máximo dez crianças podiam brincar à vez. A organização e as regras japonesas são rigorosas e parecem começar logo à nascença: um funcionário explicava às crianças – entre 1 e 6 anos – como deviam agir (descalçar os sapatos, não se pode saltar, não se pode empurrar, não se pode atirar as bolas de brincar para fora do espaço), enquanto uma funcionária cronometrava o tempo que cada grupo podia estar a brincar no autocarro. Findo esse período (uns parcos 15 a 20 minutos) todos saíam sem um pio, calçavam os sapatos e seguiam com os pais.

IMG_1304

IMG_1308

IMG_1307O autocarro-gato, ponto alto – até agora – da visita da Mia ao Japão

Outros pontos altos do museu foram subir pelo interior de um relógio, assistir a uma curta-metragem de animação numa sala de cinema absolutamente encantadora e entrar num labirinto só permitido a crianças ou “adultos com uma criança dentro deles”. Para os fãs há ainda algumas salas com os desenhos originais que deram origem aos filmes e séries de animação.

O que também nos conquistou aos três foi uma estrutura de plataformas giratórias com figuras tridimensionais da Tsazuki e Totoro a segurar uma corda onde a Mei saltava. Essa plataforma começava a girar e ao atingir a velocidade certa, era iluminada com flashes de luz que mostrava uma Mei a saltar à corda num movimento perfeito e ininterrupto, mostrando às crianças a técnica por trás dos filmes, sem estragar a sua magia.

Uma visita que não vamos esquecer. Os três.

IMG_1312A estrela Totoro, o amigo da Mia, na entrada do museu

IMG_1316O relógio que está no edifício da Nippon TV, em Shiodome, foi desenhado por Hayao Miyazaki

Como ir ao Museu Ghibli:
Apanha-se o comboio para Mitaka – JR Chuo Line e depois o mini-bus directo para o museu ou, em alternativa, caminha-se cerca de 20 minutos ao longo do canal.

Preço: 1000 yenes – adultos; 100-700 yenes – crianças.

Seguimos estas orientações e tentámos comprar o bilhete aqui mas estava esgotado para todos os dias em que estaríamos em Tóquio, por isso fomos numa excursão através dessa mesma agência.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s