A gente vai continuar

run forest run

Lembram-se do Forest Gump? Da cena do Tom Hanks a levantar-se de uma cadeira de baloiço numa varanda típica americana e a correr até ao fim da rua, e depois até ao fim da cidade, e depois até ao fim do Alabama, e depois por outro e mais outro Estado, passando anos a correr desenfreadamente pelos Estados Unidos?
Eu entendo-o perfeitamente. Por vezes temos de continuar sem saber muito bem porquê, vemos uma curva e queremos saber o que vem a seguir e continuamos, aparece-nos uma recta e vamos em frente, surge-nos o oceano e a única hipótese para nós é atravessá-lo e seguir caminho. Entendo essa urgência e essa vontade, e a inexplicabilidade de ambas.
Muitos quilómetros de estrada, centímetros de barba e bombons de chocolate depois, ele – Forest Gump – decidiu, enfim, parar. O momento dessa decisão foi nesta estrada soberba do Monument Valley, entre o Arizona e o Utah.
Para nós ainda não chega, não foi em Monument Valley o fim da nossa estrada.

On the road – outra vez

13522924_1040652206054837_8996187438139619089_o

Assistimos aos filmes, vemos as fotografias, lemos os livros, ouvimos os relatos. Toda a nossa vida. Por isso não esperamos surpresa alguma. Como pode surpreender-nos aquilo que conhecemos?! Mas o desfiladeiro esculpido pelo Rio Colorado durante milhões de anos, povoado por índios e pela sua cultura, popularizado no cinema por cowboys e cavalos que “falavam” inglês tem o condão de desafiar as (nossas) ideias feitas e se afirmar. Avassalador. Camadas sucessivas de amarelo, ocre, laranja, vermelho, castanho, roxo. O rio verde a serpentear o Grand Canyon. Com os olhos postos entre o horizonte e a Mia, oiço aquele assobio dos filmes do faroeste a que assistia com o meu Avô Zé e consigo sentir – perfeitamente – as músicas de Ennio Morricone a ecoar pelo Arizona.
A América (do Norte) é capaz do melhor e do pior e nunca consigo desligar-me dessa característica esquizofrénica sempre que cá venho.

Estamos nos Estados Unidos para mais uma road trip de sonho. Desta vez, pelos parques nacionais do Nevada, Arizona e Utah no ano em que o serviço que cuida de todas estas maravilhas naturais completa 100 anos. Estamos on the road. Outra vez.