No país das maravilhas… e das ovelhas!

FullSizeRender(1)Há uma ovelha negra neste rebanho

Há duas ideias generalizadas sobre a Nova Zelândia: 1. As paisagens naturais inacreditáveis de montanhas, florestas, lagos, fiordes, praias e vulcões e 2. Ser um país onde há elfos, anões, hobbits e orcs – ah não, isso foi só quando filmaram cá O Senhor dos Anéis! – ser um país, escrevia eu, onde há mais ovelhas do que pessoas. Confirma-se tudo mas, para já, ficamos por este segundo ponto.

Ler mais

“Pai, não podes beber cervejinha!”

Estamos em Queenstown, Nova Zelândia, capital mundial do turismo de aventura. Montanhas com os cumes cobertos de neve, lagos e ribeiros, paisagens imensas e espectaculares – O Senhor dos Anéis também andou por aqui -, onde se pode fazer ski, snowboarding, jet boating, rafting, bungy jumping, skateboarding, skydiving e paragliding, ou seja, uma série de desportos cujos nomes já são complicados o suficiente e que, no final, sabemos bem que “vai ser de gritos”.

O mais radical que fizemos até ao momento foi subir no teleférico até ao Bob’s Peak, um dos pontos mais elevados com uma vista soberba sobre a cidade e as montanhas à volta.
Um “elevador assustador” que “afinal não era assim tão assustador” e onde a Mia descobriu um sinal que manda o Pai “não beber cervejinha”, criando uma confusão familiar na interpretação da sinaléctica. Está no vídeo.